sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Pérolas do Improviso

Certa vez os três irmãos, Dedé, Gonga e Paulo Monteiro, estavam limpando mato no roçado de um tio deles e, como o terreno era muito pedregoso, vez por outra as inchadas batiam numa pedra fazendo aquele barulho agudo que dava pra escutar de longe, dai Gonga improvisou:

Quando é tempo de inverno
Canta alegre a passarada
Quem passa na estrada escuta
Da beirada da estrada
A música que as pedras tocam
No violão da inchada

Quando terminou de dizer esse verso, Dedé vinha ao seu lado, cada qual limpando uma carreira, nisso tinha um pé de mato que estava mesmo no meio de duas carreiras. O pezinho estava na mesma distância pra os dois, foi quando, por acaso, uma inchada chocou-se com a outra fazendo um tinido, ai foi a vez de Dedé:

Mas quando a luta é pesada
Na hora do sol mais quente
Um não quer ficar atrás
Outro quer passar na frente
Uma inchada bate noutra
E a cantiga é diferente

Coisas de Poeta...

Um comentário:

  1. Legal!!! Poeta que é poeta faz verso em qualquer lugar... rsrsr

    ResponderExcluir